Gestão de Pessoas

Gestão de recursos humanos: qual o papel do coordenador de RH?

gestão de recursos humanos
Escrito por Macro Plataforma

Investir no capital humano é uma preocupação de toda empresa que deseja crescer e se destacar no mercado. Mas, para que isso ocorra, é preciso criar estratégias que possibilitem uma boa gestão de Recursos Humanos.

O sucesso do negócio vai depender dos colaboradores e de todos os processos realizados por eles. Motivada, a equipe buscará alcançar os objetivos e as metas estabelecidas pela organização.

Uma figura que tem um papel importante nessa intermediação é o coordenador de RH. O profissional é o responsável por estabelecer, planejar, monitorar e efetivar as políticas de Recursos Humanos, conforme a cultura organizacional do negócio.

Por se tratar de uma função desenvolvida por gestores qualificados, vamos mostrar qual é o papel do coordenador de Recursos Humanos que deseja se tornar um diferencial na empresa. Continue a leitura e confira!

Gerenciar e supervisionar os processos seletivos

Quando é solicitado um novo funcionário ao departamento de Recursos Humanos, o coordenador de RH deve compreender o cargo pleiteado, a remuneração, a função e o perfil desejado. É preciso avaliar esses dados junto às referências do mercado e, então, criar e anunciar a vaga.

Após isso, com o analista de recrutamento, ele deve encontrar o candidato certo e que tenha valores compatíveis com os da empresa. O profissional também aplicará testes psicológicos, dinâmicas e entrevistas, além de selecionar os canais adequados para o oferecimento da vaga, dentre outras etapas do processo seletivo.

Manter uma relação saudável entre empresa e empregados

Faz parte de uma eficiente gestão de Recursos Humanos zelar pelo bom relacionamento entre a empresa e os colaboradores por meio da comunicação. Isso vale sobretudo para aquele processo comunicativo que acontece entre todos os membros envolvidos nos processos gerenciais.

Para conduzir isso da melhor forma e prestar tais esclarecimentos, é primordial ter uma comunicação clara, objetiva e de fácil entendimento para todos.

Promover treinamentos

Após selecionar o candidato, a empresa precisa recepcioná-lo em seu novo ambiente de trabalho. Isso quer dizer que o coordenador de RH deve apresentar e mostrar toda a estrutura da empresa e os colegas de trabalho para esse novo profissional.

Normalmente, esse será o momento em que ele vai conhecer toda a história, os setores, as principais lideranças, os ramais e as normas da organização. Para que essa atividade seja proveitosa tanto para o novo colaborador quanto para os mais antigos, o processo de aprendizado deve ser bem especificado.

Além de ambientar o funcionário novato, o coordenador precisa delegar aos líderes o treinamento desse profissional e auxiliá-los, acompanhando, sempre que possível, seu desempenho dentro da instituição.

Para tanto, será preciso fazer um trabalho eficiente de ajuda, treino, apoio e orientação das competências e habilidades ainda não desenvolvidas pelo novo membro da equipe. Nessa hora, sua função é definir metas e objetivos, além de elaborar métodos para estimular o colaborador a mostrar todo o seu potencial e vestir a camisa da empresa.

Desenvolver e capacitar as lideranças

Como é possível perceber, a gestão de Recursos Humanos é um grande desafio para o coordenador de RH. Afinal, não se trata de uma tarefa de responsabilidade somente desse setor.

Os líderes de cada departamento devem ser os agentes principais dentro desse gerenciamento, tendo em vista que são eles que têm o contato direto e diário com todos os funcionários da empresa.

Para que tais profissionais possam desempenhar essa função com eficácia, é muito importante que o coordenador aprimore e qualifique os líderes. Assim, eles vão adquirir um olhar multidisciplinar, capaz de adquirir a compreensão de todo o time e, consequentemente, conseguir grandes resultados, reconhecer os talentos e identificar pontos de melhoria.

Capacitar a liderança é um investimento que leva à obtenção de resultados satisfatórios. Isso se deve ao fato de que a presença dos líderes é que motivará e incentivará a equipe a lutar pelo sucesso da empresa. Eles vão desenvolver a aptidão dos indivíduos, mantendo-os focados nos objetivos e nas metas institucionais.

Coordenar as atividades do setor

Em momentos de crise ou diante de situações imprevisíveis, é comum que o coordenador de RH foque seus esforços na busca por alternativas ou pense em soluções que possibilitem desenvolver competências e ter êxito em médio ou longo prazo.

Pensar no futuro não significa que o que acontece agora não deve ser considerado. Pelo contrário: com base na situação atual é que pode ser elaborado um planejamento de medidas a serem adotadas para aprimorar as atividades realizadas no setor e contribuir para que a empresa siga em frente.

Administrar as remunerações e os benefícios

Quando um novo colaborador está pronto para ser contratado, é necessário que os responsáveis por tal processo calculem, de forma prévia, os valores desembolsados para manter esse profissional na organização.

Tais atividades são atribuídas ao coordenador de RH, juntamente a quem se encarrega dos cuidados com a folha de pagamento ou a administração de pessoal. São eles que fazem a gestão de salário do funcionário, bem como de seus benefícios e suas gratificações.

Para exercer a atividade, o ideal é que o profissional tenha facilidade e goste de trabalhar com números. Isso porque será preciso fazer diversos cálculos, como de:

  • pagamento de férias e 13º;
  • horas extras;
  • descontos dos impostos;
  • gerenciamento do fundo de garantia de cada trabalhador;
  • descontos relativos a planos de saúdes;
  • empréstimos consignados, entre outros.

Além disso, o responsável pelas renumerações e pelos benefícios deve lidar constantemente com fornecedores e sindicatos. É preciso assegurar que todos os funcionários da empresa recebam devidamente tudo a que têm direito. Em razão de todas essas funcionalidades, é preciso que um plano de ação seja elaborado adequadamente, focando no cuidado com o trabalhador. 

Portanto, é imprescindível contar com uma gestão de Recursos Humanos eficaz e que, junto a seu coordenador, seja capaz de desenvolver os membros como profissionais e tornar a empresa mais competitiva. Isso ocorre por meio da integração, do treinamento, da valorização e do respeito entre todos.

Gostou deste conteúdo? Que tal descobrir, agora, como tornar a gestão de pessoas menos operacional e mais estratégica? Até a próxima!

Sobre o autor

Macro Plataforma

Deixar comentário.