Benefícios Gestão de Pessoas

Capital humano: por que esse é o ativo mais importante de uma empresa?

Escrito por Macro Plataforma

Conseguir se manter em um mercado tão competitivo e se destacar perante a concorrência é algo desafiador. Por esse motivo, cada dia mais as empresas têm entendido a importância de investir no capital humano, valorizando, qualificando e motivando sua equipe, na busca por um objetivo em comum, que é o sucesso do negócio.

É preciso que os gestores estejam preparados e elaborem estratégias de como investir com eficiência na qualidade de vida dos seus funcionários, identificando os níveis de satisfação de todo o time. Com isso, é possível evitar desmotivação, conflitos e perda de produtividade, afinal, compreender que zelar pela saúde física e emocional do colaborador é essencial para o crescimento da instituição.

Quer saber por que o capital humano é tão importante e quais seus benefícios para a empresa? Continue lendo este texto!

Por que o capital humano é tão importante? 

Quando o funcionário se sente motivado, aumenta o orgulho de trabalhar na organização. Para a empresa, isso resulta em aumento da produtividade e lucratividade.

O empregado sente que pode se tornar um diferencial na organização e acaba procurando se tornar destaque na função que exerce por meio de um melhor desempenho, o que traz várias vantagens para o negócio.

Atualmente, em tempos que existe a necessidade de inovação, alta competitividade e grande quantidade de ofertas, tais atitudes em favor do engajamento da equipe podem trazer resultados bastante positivos.

Quais são os benefícios de investir em capital humano?

Como já dissemos, investir no capital humano e reconhecer que esse é o ativo mais importante podem gerar diversos benefícios para a empresa. Conheça alguns deles!

Aumento da produtividade

Um colaborador estimulado tem um rendimento muito maior. Entre os pontos de incentivo estão a realização de treinamentos e a demonstração clara das tarefas a serem executadas.

Os treinamentos são importantes, pois aumentam o desempenho técnico das pessoas e fazem com que elas produzam mais em um tempo menor e com menos desperdícios de recursos.

Já entender as atividades que devem realizadas e quais recursos são necessários para a execução das tarefas permite que o trabalhador evite perder tempo com ocupações secundárias ou qualquer outro tipo de empecilho.

Melhora da vantagem competitiva

A competitividade é um fruto da capacitação e do avanço do capital humano de uma instituição. Ter vantagem competitiva é ter algo diferente e que os concorrentes não possuem. O treinamento permite a obtenção de melhores posições organizacionais, preços atrativos, atendimento diferenciado e entrega de produtos ou prestação de serviços de qualidade.

Utilizar medida para ter colaboradores mais preparados e adequados às metas da instituição não gera apenas resultados, mas também posiciona a empresa a frente da concorrência.

Melhora do ambiente de trabalho

O clima organizacional tende a melhorar de forma relevante com a gestão do setor de administração de pessoal. O emprego de boas práticas nos setores aumenta o sentimento de pertencer à empresa e mostra a importância de cada membro para o negócio e quanto seu esforço colabora para o alcance dos objetivos da organização.

O resultado é a redução dos conflitos entre funcionários e líderes, bem como o aprimoramento do gerenciamento dessas situações.

Elevação dos níveis de qualidade

Quanto mais preparados e hábeis, maior é o nível de qualidade dos processos, produtos e serviços. O investimento no capital humano, além de influenciar diretamente nesses níveis, propicia também um melhor relacionamento entre profissionais e no atendimento ao cliente. Fazer com que o consumidor se sinta satisfeito é uma das melhores maneiras de fidelizá-lo.

Retenção de talentos

Todo o investimento em prol do capital humano se transformará em benefícios que contribuirão para o desenvolvimento da empresa. Por exemplo, quando você capacita os funcionários, as performances melhoram, retornando como pontos positivos para o negócio.

Nessa ocasião, você deve tentar reter os talentos estabelecendo meios de avaliação de resultados, metas desafiadoras e novas chances de aprendizado.

Assim, conseguirá manter os bons profissionais engajados e garantirá a permanência deles no time.

Alinhamento com os objetivos da empresa

As organizações buscam ter bons resultados, porém, muitas vezes não conseguem atingi-los. Isso acontece pelo fato dos colaboradores não conhecerem quais são os objetivos e as metas a serem alcançadas.

Por esse motivo, cabe aos gestores mostrar o que a empresa espera de cada um dos seus profissionais e repassar essa informação em conjunto com o setor de Recursos humanos e, assim, alinhar os objetivos individuais com os organizacionais.

A partir desse alinhamento, os propósitos da empresa e os particulares andam lado a lado, incitando os trabalhadores ao alcance de tais intuitos.

Diminuição do número de afastamentos e ausências

Adotar práticas de valorização dos colaboradores inclui a busca em proporcionar melhor qualidade de vida, influenciado na melhora da saúde física e psíquica, reduzindo o número de doenças e, consequentemente, a quantidade de afastamentos e ausências.

É muito importante compreender que em torno de 40% dos afastamentos do trabalho ocorrem por causa da depressão, estresse, ansiedade etc. Essas enfermidades, além de representarem um custo elevado para os donos de empresas, comprometem de forma significativa os resultados financeiros do negócio

Por isso, é preciso proporcionar um ambiente de trabalho tranquilo e promover outros meios passíveis para solucionar esses problemas. Programas adotados em favor da qualidade de vida podem atenuar esses casos, como ações de bem-estar, incentivo a equilibrar vida profissional e pessoal, suporte ao colaborador, entre outros que contribuam na redução desse índice.

É necessário que os gestores estejam aptos e preparados para observar de forma contínua os níveis de satisfação de toda a equipe para que seja possível identificar e tomar atitudes para evitar qualquer situação que ocasione na queda de produtividade.

Conseguiu perceber a importância do capital humano para uma empresa? Utilizar técnicas de motivação e engajamento com os colaboradores fará com que eles fiquem mais preparados, comprometidos e satisfeitos, tornando-os excelentes profissionais. Com isso, a empresa conseguirá manter seus funcionários, terá maior produtividade e lucratividade e garantirá seu crescimento e sucesso.

Este texto foi útil para você? Então aproveite sua visita em nosso blog, leia nosso artigo “9 razões para investir em um canal de relacionamento com os colaboradores” e se torne um conhecedor sobre o assunto!

Sobre o autor

Macro Plataforma

Deixar comentário.